.

terça-feira, 4 de maio de 2021

O direito por linhas tortas


 

.

Luis Menezes Leitão, o bastonário da Ordem dos Advogados, acha que a requisição, para acolher pessoas vulneráveis e doentes, da totalidade dos imóveis do empreendimento ZMar Eco Experience, em Odemira, pode lesar direitos humanos e violar a Constituição.

Sobre empregar pessoas como escravos e alojá-las como gado, o eminente jurista: moita carrasco.

Portanto, pra este eminente jurista, e para o grémio de patuscos que se reclama como baluarte do Estado de Direito e “dos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos”, o que se passa em Odemira com os frutinhos vermelhos (e noutras explorações agrícolas do país) - a exploração laboral e o alojamento desumano - a escravatura - deve ser constitucional, ou seja, não deve lesar os direitos humanos.

Por isto, e para lhe fazer justiça, ainda que com linhas tortas, tomei a liberdade de lhe desenhar um retrato. Espero que não lesione demasiado os direitos dos leitões.

.

4 comentários:

cid simoes disse...

Sem mão-de-obra escrava não há agricultura intensiva, os governantes e as populações têm escondido o crime e, só agora, hipócratas-acagaçados temem o covid-bumerangue. Tenho o anúncio num jornal francês em que se propõe "trocar um português por uma carrada de feno". A exploração não tem fronteiras.

Nolidisargax56 disse...

Mais uma vez a nossa classe jornalística de "merda" que só anda ao sabor da espuma-dos-dias, acordou para um problema que dura há décadas no Alentejo Litoral e interior com a implementação da agricultura intensiva, já Salazar acabou com a água com o excesso de nitratos devido há produção de trigo, agora estes deixarão os terrenos completamente exaustos sem produzir nada devido ao cultivo intensivo e a quantidade de pesticidas utilizados para grandes produções de azeite, hortaliças e frutas. Vimos uma produtora de framboesas preocupada com a sua casa no insolvente complexo Zmar mas não se preocupa onde dormem ou onde moram e o que comem os escravos que lhe colhem e cuidam das suas framboesas, os escroques do neoliberalismo selvagem aí estão à vista de quem quer ver.

Judite Castro disse...

Bastonário da Ordem dos Proprietários?

Judite Castro disse...

Bastonário da Ordem dos Proprietários?