.

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Bom Ano Novo (2011)



O confesso autor deste blogue deseja a todos os seus seguidores, leitores fiéis, visitantes ocasionais e até mesmo aos seus detractores um Bom Ano Novo, cheio de propriedades. Ah, e se possível, feliz.

.
Aos candidatos presidenciais preferidos dos portugueses, e dada a impossibilidade técnica de vencerem os dois, desejo-lhes a ambos um excruciante prolongamento seguido de um horroroso empate. Na morte súbita dos penaltys.
Desejo que estendo generosamente ao tweedledee-Sócrates e ao tweedledum-Passos-Coelho, os outros dois irmãos gémeos da política deste país das maravilhas.
Sei que tal não é possível, (trata-se apenas de um sonho, molhado). Mas são os meus votos.
.

É pra que vejam pró que me dá a generosidade.

.

3 comentários:

António Agostinho disse...

Generosidade retribuída: bom ano também para aí.
Mas, não vai ser fácil neste Portugal encavacado!...
Um abraço

cid simoes disse...

"bom ano novo" filho de um ano velhaco? Não vai sair boa prenda. Vou recebe-lo de cacete atrás das costas para o que der e vier.

Rogério Pereira disse...

Quem exprime o que deseja
a mais não é obrigado
ainda por cima quando o faz
pelo meu desejo mais desejado

Boa?

Boa ou não, espero que este ano lhe seja favorável a bonecos sipáticos e bem humorados