.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

O provedor das caldeiradas


.
A minha galeria de notáveis figueirenses ficaria imperdoavelmente incompleta sem a presença inefável daquele que é, sem dúvida, o mestre-de-cerimónias da festa ininterrupta que é “o socialfigueirinhas.
Ele próprio empresário, a sua imagem é o retrato chapado do “empreendorismo” de rosto figueirense.
Trata-se de Mário Esteves. O gastrónomo mortaguense adaptou-se tão bem ao “terroir” da foz do Mondêgo que se tornou no provedor oficioso da “hotelaria” e da (imagine-se!) “gastronomia regional” locais.
O "Esteves da caçarola" (como é conhecido) cunhou um conceito retintamente figueirinhas que repete, como uma jeremíada, todos os anos (em jeito de balancete, no fim do Verão) e pode facilmente ser sintetizado numa só expressão: “a vida são dois dias mas a época alta são cada vez menos”.
.