.

quarta-feira, 23 de maio de 2007

o festim do fauno





















Assim se chamava uma pintura que fiz já há um bom par de anos, (1989). Mais tarde pintei uma segunda versão que ofereci a um amigo como prenda de casamento…
O espírito dessas pinturas estava ainda numa série de desenhos a lápis sobre papel, executados posteriormente e com os quais cheguei a fazer uma exposição nos Serviços de Turismo da figueira da Foz. Estas reproduções, que agora vos mostro, não o são dos originais (alguns oferecidos, outros perdi-lhes o rasto…) mas sim de uma série de fotolitos que na época mandei fazer não me lembro já para que fim…

3 comentários:

Afectos disse...

Gosto particularmente dos últimos três desenhos (que já conhecia)pois dão lugar a várias interpretações.

carlos freitas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
carlos freitas disse...

O antepenúltimo foi-me oferecido ai por volta de 89-90, pelo Fernando. Perdi-o numa das curvas da vida. Embora não seja muito de me ligar a objectos, sejam eles de que tipo forem. Mas este não era um objecto. Aprendi que o esquecimento ou a distração podem ser fatais! Mortais, neste caso!