.

domingo, 20 de julho de 2008

“Le petit nicolas et la république”


A propósito do 14 de Julho (a tomada da bastilha), feriado nacional em França, falou-se muito da “Legion d’Honeur” que Nicolas Sarkozy atribuiu a Ingrid Bettencourt. O que não se falou (por cá, pelo menos) foi do curioso critério para atribuição de condecorações que o presidente introduziu, este ano. Segundo a revista Marianne on line: «aqueles que me ajudaram a mim próprio na minha vida pessoal quando as coisas não iam muito bem». Nem mais.
Por exemplo: o senhor Jacques Seguela, cujos altos serviços à pátria de Victor Hugo passaram por organizar o jantar onde o presidente conheceu a actual esposa; a senhora Nicole Choubrac, juíza de assuntos familiares que tratou, com discrição, do divórcio do senhor Sarkozy com a sua anterior esposa.
O que é eu podia fazer para homenagear um tão enérgico e criterioso governante? Pois bem, resolvi fazer um retrato de monsieur le President. Mas um retrato dinâmico, como o conde-duque de Olivares de Velásquez, ou do Carlos V de Rubens, ou o Napoleão de David…
Eis então um estudo para um retrato vigoroso de monsieur le president em acção. Na sua acção favorita: brunir garbosamente a república francesa.
Pode ser que para o ano me calhe a mim uma petite “Legion d’Honeur”.
Ça va!

1 comentário:

Eduardo P.L. disse...

Ótima CARICATURA, e nuito bem colocado o texto! Título Perfeito. Vou dar uma nora no Drops!