.

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Madre Teresa

.
Este é derradeiro boneco do ano. Madre Teresa, de Calcutá. 
Vai ser canonizada. No ano novo que aí vem. Pelo Papa Francisco. O mesmo que, quando a conheceu, ainda bispo de Buenos Aires, disse ter ficado impressionado com a religiosa e, de bom humor, confessou: “Eu teria medo que ela fosse a minha madre superiora”.
.
Madre Teresa, que passou a maior parte da sua vida na Índia a cuidar, sem paliativos, de intocáveis moribundos, vai ser canonizada porque curou um engenheiro, no Brasil.

Eu cá não acredito em nada. Não fui abençoado com o dom da Fé. Em mim, toda a reflexão leva à perplexidade. E como o meu cepticismo é pertinaz, e impenitente, também não nutro, ai de mim, grandes esperanças na Ciência e nos seus milagres.
.
O único modo sensato que achei de expressar essa consciência do absurdo da existência é através da prática,  mais ou menos imoderada, desse último recurso do desespero que é o humor.
A verdade porém é que o riso não cura; mas alivia. Que o diga Francisco - o Papa - que deve estar tão aterrorizado como eu.
É esse bálsamo que tento partilhar com quem visita este pobre sítio angustiado. E a quem desejo um bom ano novo.

4 comentários:

cid simoes disse...

Um "sítio angustiado" que, por vezes com um sorriso, nos ajuda a refletir para podermos ajustar os nossos passos neste pedregoso caminho.
Um fraterno abraço.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Ri
e aliviei
Amanhã rirei?

Não sei!

Muito riso
pouco siso

prefiro os teus desa_fios
mesmo se em "sítio angustiado"

Bom Ano
Abraço

ana goncalves disse...

Bom ano, os seus desenhos e textos são sempre um bálsamo. Eu que também mão acredito em milagres, muito menos da senhora em questão, não entendo o porque da sua canonização, enfim... abraço e um bom ano.

ana goncalves disse...

Bom ano, os seus desenhos e textos são sempre um bálsamo. Eu que também mão acredito em milagres, muito menos da senhora em questão, não entendo o porque da sua canonização, enfim... abraço e um bom ano.